INÍCIO
NOTÍCIAS
PERFIL SÓCIO-ECONÔMICO
ORIGEM DO BAIRRO
HISTÓRIA DO BAIRRO
POR DENTRO DO BAIRRO
MEMÓRIA HISTÓRICA
EXPANSÃO URBANA
LEGISLAÇÃO ESPECÍFICA
LEGISLAÇÃO GERAL
NOSSO PATRIMÔNIO TOMBADO
NOSSO PATRIMÔNIO
PRESERVADO E TUTELADO
ÓRGÃOS PÚBLICOS
SOLICITAÇÃO DE DEMOLIÇÃO
ESPAÇOS CULTURAIS
REDE BOTAFOGO DE CULTURA SOLIDÁRIA
GALERIA DE FOTOS
HISTÓRICO
ESTATUTO SOCIAL
DIRETORIA
ATAS DAS REUNIÕES
RELATÓRIO DE GESTÃO
DEMONSTRATIVOS FINANCEIROS
AÇÕES JUDICIAIS
CAMPANHAS E EVENTOS
PROPOSTAS E PROJETOS DA AMAB
VÍDEOS
INSCRIÇÃO PARA ASSOCIADOS
EDIÇÕES ANTERIORES
ANUNCIE NO MANEQUINHO
SERVIÇO DENTÁRIO
TELEFONES ÚTEIS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
« voltar
Nova regra da ABTN entra em vigor na quarta
Data: 09/05/2010
Fonte: O Globo
Autor: Ystatille Gondim

Problemas como o barulho de pessoas caminhando no andar de cima ou o excesso de calor no imóvel podem estar com os dias contados. Entra em vigor, nesta quarta-feira, a Norma Brasileira de Desempenho de Edifícios (NBR 15.575), da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que estabelece novas regras para itens como conforto térmico e acústico. Elas são válidas para prédios residenciais de até cinco andares.

Instalações sanitárias, estruturas, pisos e fachadas também terão novos parâmetros. O presidente da Comissão de Materiais do Sindicato da Construção Civil do Rio (Sinduscon-Rio), Lydio Bandeira, diz que o mercado está se mobilizando para atender às novas normas.

― A ABNT define, por exemplo, que materiais são mais recomendados para cada tipo de construção. Há indicações também em relação à espessura mínima da parede e ao tipo de revestimento, procurando tornar o imóvel mais confortável ao morador e reduzir os riscos de infiltrações ou rachaduras.

Padrões podem ser usados na defesa do consumidor

De acordo com o superintendente do Comitê de Construção Civil da ABNT, Carlos Borges, novas ferramentas, até então pouco adotadas, poderão ser utilizadas para medir o desempenho acústico e térmico dos edifícios. Ele ressalta que a NBR não tem força de lei, mas que os padrões podem ser usados como parâmetro em ações de defesa do consumidor.

« voltar  |  X topo
  AMAB 2017 - Todos os direitos reservados Web Design: Renato Faria