HISTÓRIA DO BAIRRO
  RUI BARBOSA E MARIA AUGUSTA « voltar
Prof. Milton Teixeira
 

      Rui Barbosa nasceu em Salvador, Bahia, a 05 de novembro de 1849. Jovem brilhante, distinguiu-se já em seus estudos para advocacia na Escola do Largo de São Francisco, em São Paulo. Jornalista, abolicionista e defensor dos direitos individuais do cidadão, foi prócer da Abolição e figura destacada na República, não só como ministro da fazenda e como autor da Constituição de 1891, assim também, como representante do país na Conferência Internacional de Haia, na Holanda em 1908, onde se distinguiu.

      Rui casara-se a 23 de novembro de 1876, depois de longo e epistolar noivado, com Da. Maria Augusta Vianna Bandeira, casamento feliz que lhe deu dois filhos, João e Alfredo; e três filhas: Maria Adélia Batista Pereira, Francisca Airosa e Maria Vitória Guerra "Baby".

      Até 1893 Rui, apesar de ministro e homem importante, morava em casa alugada. Neste ano, adquire do cidadão inglês John Roscoe Allen, por grande quantia paga em duas promissórias, a enorme propriedade da rua São Clemente, que fora erguida para o Barão da Lagoa em 1850, cercada com enorme parque extenso de 10.000 m2.

      Contratou o engenheiro arquiteto e amigo Comendador Antônio Januzzi para reformá-la, mas teve de ficar distante haja vista ter se incompatibilizado com o governo do Marechal Floriano Peixoto, quando teve de se exilar na Europa. Tendo retornado em 1897, passou a residir na rua São Clemente, cercado pela família e pelos livros(36.000!). Nos jardins, mantinha extenso roseiral.

      Cansado das lides políticas e dos falsos amigos, Rui residiu seus últimos dias em Petrópolis, onde faleceu cercado pela esposa que tanto amava e filhos, no dia 1º de março de 1923.

      Ainda em 1897, batizou sua nobre morada de "Villa Maria Augusta" em homenagem à esposa, com quem viveu em idílio por mais de 46 anos.

« voltar  |  X topo
 
 
  AMAB 2017 - Todos os direitos reservados Web Design: Renato Faria