HISTÓRIA DO BAIRRO
  OS TESOUROS DA GUANABARA « voltar
Prof. Milton Teixeira
 

     Em 1990, o arqueólogo Manuel Guerra comprou de um livreiro carioca um antigo mapa, manuscrito inédito e anônimo da entrada da Baía de Guanabara, redigido em francês arcaico, e datado de aproximadamente 1560, quando Villegaignon ocupava-a e tencionava aqui implantar a "França Antártica". Mostra, em linhas gerais, o Pão de Açúcar, então chamado de "Pot-de-Sucre", os morros da Urca e "Cara-de-Cão"(ambos sem nome), sendo que o último aparece separado do continente, formando com os outros dois uma ilha, no mapa batizada de "Yle Trinité"(Ilha Trindade, pois era formada pelo "Cara-de-Cão", "Pão-de-Açúcar" e Urca), não existindo o que hoje chamamos de Praia Vermelha, pois esta só se formou no século XVII.

     A Baía de Botafogo aparece citada como "Lac D`Eau Douce" (Lago de Água Doce), onde hoje está a Avenida Pasteur aparece a legenda "Praya", estando o Morro da Viúva com as enigmáticas iniciais "P.M.".

     O mais curioso, é que o mapa demarca as posições de nada menos que três tesouros enterrados na Baía de Guanabara!

     O primeiro deles, grafado como "Tresor"(tesouro), está na base do Pão-de-Açúcar, onde hoje situa-se o Centro de Capacitação Física do Exército, dentro da Fortaleza de São João.

     O segundo, indicado como "Or"(ouro) está no meio do Morro da Urca, mais ou menos onde hoje é a residência do musicólogo Ricardo Cravo Albin, na Avenida São Sebastião.

     O terceiro e último aparece desenhado no meio da Baía de Botafogo.

     O mapa nunca foi publicado e, ao que se sabe, ninguém se aventurou a cavoucar tais tesouros. Caso algum colega resolva se aventurar a encontrá-los, irá esbarrar em muitas dificuldades, pois dois deles estão em território da união, guardados pelo Exército e Marinha, ficando o terceiro em área particular, mas protegida pelo "IBAMA".

     Ouro, muito ouro, sob seus pés.

     Em alguns pontos da nossa cidade pode haver muito ouro escondido. Pelo menos especula-se a existência de três baús cheios do precioso metal.

     Contam que um colecionador de livros antigos encontrou um mapa dentro de um livro espanhol do século XVI. O livro foi comprado num sebo em Paris.

     Os baús, segundo o mapa, estariam escondidos em locais próximos ao da fundação da nossa cidade. Um deles estaria na Urca, no exato local onde fica a Escola de Educação Física do Exército. O morro Cara de Cão esconderia outro desses cobiçados baús. O terceiro estaria em algum lugar da Praia de Botafogo.

     Essa fortuna, se é que de fato existe, continua bem guardada esperando por algum aventureiro ou bafejado pela sorte que a encontre. Valerá a pena tentar ?

« voltar  |  X topo
 
 
  AMAB 2017 - Todos os direitos reservados Web Design: Renato Faria