ATAS DAS REUNIÕES
« voltar
04/05/2010 - Ata da Reunião Ordinária da AMAB

      Aos quatro dias do mês de maio de 2010, às vinte horas, em sua sede provisória no Colégio Santo Inácio, situado à Rua São Clemente, 226, em Botafogo, teve início a Reunião Ordinária da Associação de Moradores e Amigos de Botafogo - AMAB, presidida por sua Presidente, Regina Chiaradia e secretariada pela Conselheira Fiscal, Elisa Fontes.

A Presidente deu início à reunião apresentando a Sra. Dayse Martineli Lazzarini, que participava do Conselho Distrital de Saúde da AP2.1 junto com a representante da AMAB, Cacilda dos Santos. A Sra. Dayse, funcionaria da Prefeitura, apresentou-se como Nutricionista e Gerontologista militante das causas dos idosos. Resolveu procurar a AMAB para representar nossa associação nesses fóruns ou até mesmo no Conselho Municipal do Idoso que está para ser criado através de lei na Câmara dos Vereadores. Disse que gostaria que a AMAB estivesse presente ao Fórum Permanente da Política Nacional e Estadual do Idoso - O FÓRUM PNEI-RJ. Regina se disse muito gratificada ao ver que alguém gostaria de representar a AMAB neste fórum e solicitou a mesma que se filiasse a Associação para poder ter sua efetiva representatividade no Fórum. A Sra. Dayse disse ainda que a Vereadora Cristiane Brasil era a representante dos idosos na Câmara dos Vereadores, mas que a mesma não agia, não agilizava para que projetos de interesse dos idosos que estavam na pauta fossem votados. Regina ainda colocou que em Botafogo não há nada voltado para o idoso, só a Biblioteca de Botafogo, quase na divisa do bairro com Laranjeiras, e que reúne pessoas da 3ª idade para encontros musicais e palestras. Regina disse também que o SENAC Rio, agora com sede na Rua Bambina, n° 107, no antigo prédio do SESC, está iniciando projetos visando à pessoa idosa, com vistas a inserí-la no universo digital. Novamente veio à baila o assunto da Praça Nelson Mandela. Regina afirmou, mais uma vez, que a posição da AMAB nunca foi ou é contra a UPA. Apenas discordou de sua implantação, exatamente, no terreno reservado ao projeto do IPP e AMAB para a futura praça, uma vez que o Estado tinha outros 16 terrenos no bairro para escolher. Enfatizou que o projeto original, fruto da parceria dos moradores com a Prefeitura, deveria ser respeitado. Que não há compatibilidade em se instalar dois equipamentos públicos tão diversos no mesmo local. Regina falou ainda sobre uma solução para o camelódromo que deveria ser instalado num espaço construído para essa finalidade na área entre as ruas Voluntários da Pátria e Professor Álvaro Rodrigues. Respondendo a perguntas sobre o evento RED BULL AIR RACE, Regina disse que temia por um novo caos como o que ocorreu no evento IURD, mas que as autoridades garantiram que não haveria transtornos, que iria ter um impacto sobre o trânsito, mas nada de significativo. Que as autoridades disseram que valeria à pena, pois a imagem do Rio, mormente do Pão de Açúcar, Cristo Redentor e da Enseada de Botafogo estaria sendo vista em tempo real pelo mundo inteiro. A presidente lembrou aos presentes que o bairro de Botafogo fará 201 anos no dia 12 de maio e que havia pedido ao prefeito, via e-mail, que a Prefeitura se lembra-se de comemorar o aniversário do bairro e que o mesmo havia dito que aceitava o convite/compromisso de arcar com as festividades e veiculação da mesma. Comunicou ainda que no dia 12 de maio, dia do aniversário haverá missa solene na Igreja de São João Batista da Lagoa, na Rua Voluntários da Pátria, ainda sem horário definido. O associado Sergio Bahia pediu que retomássemos as discussões visando difundir a idéia de que a AMAB existe e que está à disposição de seus representados esperando, dessa forma, que os moradores de Botafogo participem mais ativamente de suas reuniões. Para tanto Sergio acredita que poderíamos eleger uma rua ou trecho de rua como “área piloto” para, junto com o Poder Público, desenvolver ações em prol da melhoria da ambiência urbana, tais como a reconstrução e conservação de calçadas (atribuições dos moradores), adequação de mobiliário urbano e arborização pública (atribuições do Poder Público), apostando, dessa forma, que os resultados exitosos dessas ações venham servir de estímulo à participação de outros moradores na Associação. Finalizando a reunião, a Presidente Regina leu um e-mail recebido de uma moradora que pedia o apoio da AMAB contra o projeto da Prefeitura que pretende impedir a distribuição de “sopões” à população de rua. Regina disse que a AMAB nunca perseguiu essas instituições, porém acredita que esses indivíduos deveriam ser encaminhados aos abrigos da prefeitura onde seriam atendidos, alimentados e direcionados aos hospitais, centros de recuperação de dependência química, retirada de documentos e encaminhamento para emprego. O Diretor de Urbanismo, Geraldo de Oliveira Dias, que faz um trabalho voluntário no Dispensário da Rua Muniz Barreto, popularmente conhecido como Irmã Zoé, criticou a atuação insuficiente da Prefeitura. Colocou que as coisas são mais graves do que parecem, que muitos que ali vão estão extremamente doentes, com doenças infecto-contagiosas e que não aceitam tratamento, são viciados em álcool ou outro tipo de droga, que a coisa não deve ser tratada com assistencialismo, mas com severidade, até porque se trata de seres humanos.

E como mais nenhum assunto foi tratado, a reunião foi dada como encerrada, às 22 horas, cuja presente Ata segue por mim, Elisa Fontes, Conselheira Fiscal, lavrada e assinada, juntamente com a Presidente, Regina Chiaradia.

Elisa Fontes
Conselheira Fiscal
Regina Chiaradia
Presidente
 
« voltar  |  X topo
 
  AMAB 2017 - Todos os direitos reservados Web Design: Renato Faria