ATAS DAS REUNIÕES
« voltar
03/11/2009 - Ata da Reunião Ordinária da AMAB

      Aos três dias do mês de novembro de 2009, às vinte horas e trinta minutos, em sua sede provisória no Colégio Santo Inácio, situado à Rua São Clemente, 226, em Botafogo, teve início a Reunião Ordinária da Associação de Moradores e Amigos de Botafogo-AMAB, presidida e secretariada por sua Presidente, Regina Chiaradia.

A Presidente abriu a reunião falando sobre a importância de retomarmos a discussão sobre a despoluição da Enseada de Botafogo, visto que a mesma havia ficado de fora de qualquer evento relacionado às Olimpíadas de 2016. Que assim como as lagoas de Jacarepaguá e o Canal do Cunha estavam nos projetos de despoluição para serem apresentados aos turistas que para aqui se dirigirão em função dos jogos, a AMAB deveria pressionar para que a Enseada de Botafogo também fizesse parte desse conjunto de áreas que receberão recursos públicos e privados para serem recuperadas. Que esse era o momento.

Regina falou também sobre o uso da Enseada enquanto Cartão Postal, pois todos os filmes institucionais feitos pelo Comitê Olímpico Brasileiro para a apresentação do Brasil na campanha pela Olimpíada, começavam e acabavam com a imagem da Enseada de Botafogo. Ou seja, como venda de imagem a Enseada ainda era um Cartão Postal imbatível, mas apesar desse uso, o Poder Público deixou de incluí-la como área de prática de esportes aquáticos como por exemplo competição de vela.

Regina citou também as reportagens confirmando a realização da Fórmula Indy no Aterro de Flamengo e na Enseada de Botafogo. Enfatizou que mais uma vez a Prefeitura queria tirar proveito da imagem da Enseada realizando ali a Fórmula Indy, mesmo já sabendo que a população do bairro era contra. Ou seja, a intenção é danificar mais ainda a Enseada que já se encontra em absoluto estado de abandono em relação aos investimentos públicos e ainda provocar um enorme impacto viário e ambiental, além de desrespeitar a sua preservação enquanto patrimônio tombado. Ficou decidido então, que a AMAB vai novamente procurar o Ministério Público para tentar barrar esse absurdo.

Regina colocou a sua insatisfação em relação à questão do barulho dos aviões e as providências do INEIA. Falou do questionário chamado de “Estudo Sócioambiental”, de conteúdo indutivo, aplicado por eles em algumas ruas do bairro, onde os técnicos do INEIA “afirmam” que como a rota 2 é “imprescindível” para o Aeroporto Santos Dumont. Quem foi que atestou que ela é imprescindível? Onde estão os estudos técnicos que comprovam tal afirmação? E se ela é imprescindível, como no início do processo movido pelas Associações eles afirmaram que iriam cancelar essa rota? Regina junto com outras Associações está pressionando para uma nova rodada de reuniões entre as Associações de Moradores e o INEIA.

Para finalizar, Regina apresentou aos presentes uma carta do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE assinada pelo Coordenador do 23° CDHP/IBGE, que solicitava a ajuda da AMAB na divulgação da “Pesquisa sobre o Sentimento de Insegurança –SENTI”, que terá o bairro de Botafogo como a área alvo da pesquisa. Regina pediu aos presentes que informe aos seus síndicos e entregue a eles a cópia da carta enviada pelo IBGE, solicitando aos mesmos a colaboração, no sentido de autorizarem seus porteiros a receberem os pesquisadores que estarão uniformizados e identificados com crachás.

E como mais nenhum assunto foi tratado, a reunião foi dada como encerrada, às 22 horas, cuja presente Ata segue por mim, Regina Chiaradia, lavrada e assinada

Regina Chiaradia
Presidente
 
« voltar  |  X topo
 
  AMAB 2017 - Todos os direitos reservados Web Design: Renato Faria