ATAS DAS REUNIÕES
« voltar
15/09/2009 - Ata da Reunião Ordinária da AMAB

      Aos quinze dias do mês de setembro de 2009, às vinte horas e trinta minutos, em sua sede provisória no Colégio Santo Inácio, situado à Rua São Clemente, 226, em Botafogo, teve início a Reunião Ordinária da Associação de Moradores e Amigos de Botafogo - AMAB, presidida por sua Presidente, Regina Chiaradia e secretariada pela Conselheira Fiscal, Elisa Fontes.

A Presidente deu início à reunião participando aos presentes sobre o evento de Campeonato Sul-Americano de Snowboard patrocinado pela AMBEV previsto para ocorrer na Praia de Botafogo. Informou que a AMAB continua lutando junto aos órgãos competentes e que são responsáveis pela segurança pública, tais como o 2º BPM, o Corpo de Bombeiros e o Ministério Público. Disse ainda que o dito evento, que seria de três dias, das 7 horas até às 23 horas, já foi embargado por três vezes desde que eles (patrocinadores e responsáveis) lançaram a idéia na mídia (em julho de 2009); e que a Secretaria Municipal do Meio Ambiente já havia autuado os responsáveis por desobediência às ordens estabelecidas. Recorrendo do embargo os patrocinadores e responsáveis recuaram e passaram o evento para dois dias, sendo novamente embargados, e, novamente recorreram, só que agora para um evento de meio dia, das 9:30 às 15:30 horas. A presidente colocou ainda que pelos rumores na sede da Prefeitura o evento ocorrerá, posto que, segundo contatos mantidos com o vice-prefeito, a AMBEV e a Secretaria de Esporte e Lazer, estão fortemente imbuídos de usar a imagem da Enseada de Botafogo, o cartão postal do Rio de Janeiro, para promoção do evento. Embora os itens relacionados pelos órgãos que norteiam este tipo de evento não tenham sido cumpridos (são 20 (vinte) e foram cumpridos apenas 6 (seis)), a AMAB dará por vitoriosa a campanha contra a realização do evento na neve se, porventura, ele se realizar no período de meio dia. A Conselheira Fiscal Cristiana questionou qual seria o benefício que o evento traria ao bairro e a cidade, no que a presidente disse que nenhum. A cidade não ganharia nada, posto ser o evento público, o bairro não receberia nada, a não ser o que seria destruído pela turba frequentadora, assim como ocorreu nos anteriores e, ainda teria que a COMLURB ser destacada para contabilizar os danos às praças, parques, jardins e a coleta final do lixo e a lavagem da área, contaminada por todo o tipo de dejetos humanos. Regina passou então a falar do mega evento patrocinado por uma ONG alemã evangélica, onde seus organizadores esperam acolher cerca de 1.000.000 (um milhão) de pessoas no entorno da Enseada de Botafogo. O pastor e pregador Reinhard Bonnke está convocando através da Internet todas as igrejas pentecostais (cerca de 200) a apoiarem o showmício, trazendo suas caravanas. A resposta das autoridades da segurança do bairro, 2º BPM e 10ª DP veio imediatamente na forma de um veemente NÃO, ao que um dos integrantes da ONG ainda desdenhou dizendo que a posição das autoridades de nada valia posto que, a prefeitura na pessoa do prefeito e a governadoria na pessoa do governador haviam liberado o tal evento. E aí Regina colocou que se era assim, para quê se perder tempo com reuniões cuja finalização já estava pronta. Mas, o Comandante do Batalhão de Botafogo junto ao serviço de inteligência, fez um parecer fundamentado negando autorização ao evento e para compor esse parecer pesquisou informações no próprio site do evento, e que a presidente Regina de posse deste documento de 37 páginas, deu entrada em um inquérito no Ministério Público, que com esse parecer tem tudo para embargar o evento. Passou então a falar sobre a Reunião do Conselho Comunitário de Segurança a ser realizado no dia 17/09/09 na sede do BOPE, onde estarão presentes os delegados das delegacias da área, do Batalhão da Polícia Militar e do Secretário de Segurança José Mariano Beltrame.

O Diretor de Finanças, Cesar Nordi, esteve junto com o CGA – Conselho Gestor do Ambiente, reunido com o Vice Prefeito e Secretário Municipal de Meio Ambiente, Carlos Alberto Vieira Muniz, onde apresentou 03 (três) propostas para o bairro de Botafogo. A 1ª solicitando apoio para o término dos eventos na Praia de Botafogo; a 2ª solicitando apoio da a construção da Estação São João do Metrô; e a 3ª solicitando apoio para a implantação da Escola de Jardinagem “Bosque de Botafogo”. O vice prefeito pediu um prazo de 30 (trinta) dias para conhecer melhor a situação jurídica do Bosque e nos dá uma resposta. A proposta, que é sustentada pelos moradores do entorno do dito bosque que não querem mais um prédio naquela área e, que este mecanismo, engana-se, quem pensa que melhoraria as condições de segurança do lugar. O morador e advogado Adhemar pediu a palavra e colocou que a ação estava perdida em primeira instância e, que mesmo ele não sendo o tutor da mesma, consideraria a prerrogativa de sustentação oral e que interporia se assim o fosse e coubesse recurso, um requerimento de efeito suspensivo, visto que a construtora já tem em mãos a licença para a construção do dito prédio e, que estão aos poucos colocando dentro do terreno murado, material de construção. Regina se interpôs dizendo que eles, os moradores, deveriam se unir para amarrar a ideia de estruturação do projeto da Escola de Jardinagem, quando uma moradora colocou que não seria melhor veicular na mídia, internet e afins a tal ideia do projeto. Regina ponderou que não teria condições de negociar nada com o Prefeito, visto esse terreno, ser fruto de permuta, se não tivesse em mãos um projeto articulado com normas, diretrizes, propostas pedagógicas, público alvo, apelo social, croqui de como ficaria o projeto, paisagismo, etc. Aí sim, ela lançaria mão da presença dele ainda como Secretário de Meio Ambiente em gestão passada, no evento ocorrido pelo mesmo motivo.

Terminou a reunião agendando uma próxima para o dia 22 de setembro às 20 horas na Rua Barão de Lucena, 135 no edifício Congonhas do Campo, onde serão redigidos o projeto da Escola de Jardinagem. E como mais nenhum assunto foi tratado, a reunião foi dada como encerrada, às 22 horas, cuja presente Ata segue por mim, Elisa Fontes, Conselheira Fiscal, lavrada e assinada, juntamente com a Presidente, Regina Chiaradia.

Elisa Fontes
Conselheira Fiscal
Regina Chiaradia
Presidente
 
« voltar  |  X topo
 
  AMAB 2017 - Todos os direitos reservados Web Design: Renato Faria