ATAS DAS REUNIÕES
« voltar
02/06/2005 - Ata da Reunião Ordinária da AMAB
     Aos dois dias do mês de junho de 2005, às vinte horas e trinta minutos, em sua sede provisória no Colégio Santo Inácio, situado à Rua São Clemente, 226, Botafogo, teve início a Reunião Ordinária da Associação de Moradores e Amigos de Botafogo - AMAB, presidida por sua Presidente, Regina Chiaradia e secretariada pelo 1o Secretário Alcyr dos Prazeres Pinto Nordi. Inicialmente, a associada Maria Soares de Faria informou que o Edital de convocação da Assembléia Geral Ordinária que elegerá a nova diretoria da AMAB a ser realizada em 23/06/05 foi publicado no jornal "O Povo", na edição de hoje (02/06/05). A seguir, tomou a palavra a Presidente Regina para dar os seguintes informes:

1º) Exposição sobre Botafogo Antigo
: está acontecendo no espaço Unibanco Arteplex, na Praia de Botafogo, ex-cinemas Scala e Coral;

2º) Universidade Angel Viana
: localizada na Rua Jornalista Orlando Dantas, convida a AMAB para participar da sua festa junina no dia 26/06/05, domingo, a partir da 16 horas, na Rua Jornalista Orlando Dantas;  

3º) Praça Mauro Duarte
: Roda de Samba em homenagem ao aniversário do músico que dá nome a praça, a ser realizada naquele local no dia 04/06/05, a partir das 18 horas;

4º) Anexo à Fundação Getúlio Vargas
: O Ministério Público, representando a AMAB, perdeu, em 1a instância, a Ação Civil Pública impetrada contra a construção de prédio no terreno ao lado da FGV. Nesse terreno, está prevista a construção de um shopping, que tumultuará mais ainda o trânsito já caótico naquelas redondezas, principalmente, na Rua Farani. A sentença da Juíza está eivada de absurdos, o que motiva o MP a entrar com recurso na 2a instância;

5º) Construção na Rua Sorocaba
: foi acolhido favoravelmente pela Prefeitura (DGPC), o parecer feito pelo Sindicato dos Arquitetos à pedido da AMAB, em favor dos moradores daquela rua, para impedir a mudança do gabarito da construção de um grande prédio naquele local. A construtora desistiu da obra em função da redução drástica do gabarito do prédio;

6º) Área de Preservação Ambiental (APA) do Morro Azul
: A Vereador Leila do Flamengo, deu entrada na Câmara dos Vereadores, em um projeto que cria a referida APA, com cerca de 9.500 m2, cuja composição é feita com: 4000 m2 de um terreno particular favelizado, mais 4000 m2 que é a área do próprio Morro Azul, mais 1000 m2 pertencentes aos jardins de um condomínio particular, e por último, mais 500 m2 pertencentes a uma área arborizada de um outro condomínio particular, tendo como áreas de entorno da APA, às Ruas, Marechal Bento Manoel, Jornalista Orlando Dantas e Clarisse Índio do Brasil. Como no Morro Azul não existem mais árvores, não dá para entender a criação de uma Área de Proteção Ambiental naquele local e muito menos a anexação de duas áreas arborizadas de dois condomínios particulares, e menos ainda, a anexação de 3 ruas de Botafogo a ela. A AMAB está recorrendo à Prefeitura para que seja vetado o projeto. Interessante é notar que o projeto prevê a desapropriação e a conseqüente indenização do terreno cujo proprietário o favelizou e foi intimado, pela Prefeitura, por pressão da AMAB, a demolir os barracos, e que agora, pelo projeto da vereadora, será premiado com uma indenização paga com o dinheiro do povo pela infração cometida.

E como mais nenhum assunto foi tratado, a reunião foi dada como encerrada, às 22:30 horas, cuja presente Ata segue por mim, Alcyr Nordi, 1º Secretário, lavrada e assinada, juntamente com a presidente, Regina Chiaradia.
Alcyr Nordi
1° Secretário
Regina Chiaradia
Presidente
 
« voltar  |  X topo
 
  AMAB 2017 - Todos os direitos reservados Web Design: Renato Faria